Segunda-feira, 3 de Outubro de 2005
Em defesa de uma nova Baixa

Maria José Nogueira Pinto apresentou hoje, em conferência de imprensa, um novo plano de emergência para a Baixa-Chiado. A candidata do CDS-PP à Câmara de Lisboa defendeu a revitalização daquela zona através de um “conceito de espaço comunitário Vivo, com vida, servido por um urbanismo gregário e integrador”.

Ladeada pelo presidente do partido, José Ribeiro e Castro, a candidata democrata-cristã passou a enumerar os objectivos mais imediatos para a Baixa Pombalina, num plano a realizar no espaço do mandato autárquico: a reabilitação urbana, a requalificação do espaço público, a criação de habitação de arrendamento destinada à classe média activa, a construção de residências assistidas, a criação de zonas de lazer e pólos de animação cultural, promover uma correcta gestão do urbanismo comercial e estabelecer, “pela primeira vez”, sublinhou a candidata, um plano eficaz contra os grandes riscos de incêndio, sismos e inundações.

A fim de assegurar “uma intervenção coerente e eficaz”, Maria José Nogueira Pinto frisou a necessidade de “criar uma única entidade gestora da Baixa de Lisboa”, em detrimento das seis entidades diferentes que existem actualmente. Ainda, rever as Sociedades de Reabilitação Urbanas (SRU’s), terminar a identificação do Património Municipal, clarificar os financiamentos autárquicos e criar uma política de incentivos, nomeadamente fiscais.

Mas porque “inverter a actual situação de decadência e pôr em marcha uma política de desenvolvimento integrado e revitalizadora desta zona da cidade demora tempo”, Maria José Nogueira Pinto avançou algumas medidas intercalares a terem execução a curto prazo, como o disciplinar o estacionamento, a limpeza diária das ruas e sanitários em número suficiente, bem como, o aumento do policiamento ou o reforço da iluminação pública.

Quanto a José Ribeiro e Castro, o líder do CDS-PP exaltou o trabalho feito por Maria José Nogueira Pinto, colocando na actual agenda autárquica temas importantes para Lisboa, e reafirmou o “orgulho na campanha que Maria José Nogueira Pinto tem conduzido”. “É uma pessoa briosa e nós precisamos de pessoas briosas no País”.
Ribeiro e Castro sublinhou ainda “a qualidade e objectividade” trazidas pela candidata às eleições. “Desenvolveu um compromisso total com a cidade”, referiu ainda o líder democrata-cristão.


publicado por Maria José Nogueira Pinto às 17:59
link do post | favorito
Envie um e-mail
pesquisar
 
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
posts recentes

Vereador sobre eventual r...

Prioridade número um é at...

Anacoreta Correia teme co...

350 atletas em Lisboa no ...

Oposição exige que seja o...

Turismo: Lisboa subiu par...

Filmes da Argentina e Mal...

Carmona tenta convencer M...

Oposição vê eleições como...

Carmona partiu para expos...

arquivos

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Maio 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

tags

actividades

agenda

intervenções

notícias lx

opinião

programa eleitoral

propostas

revista de imprensa

sobre mjnp

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds