Domingo, 2 de Outubro de 2005
Nogueira Pinto critica falta de equipamentos e degradação na Expo

(Notícia Diário Digital, Lusa)


A candidata do CDS-PP à presidência da Câmara Municipal de Lisboa criticou este domingo a falta de equipamentos sociais no Parque das Nações e denunciou alguns sinais de degradação, que atribuiu à «indefinição administrativa» da Expo.

«O que não tem dono fica ao abandono. Não há escola, não há centro de saúde, não há paragens de autocarro e já se vêem alguns sinais de degradação porque há dúvidas sobre quem tem responsabilidade pelo espaço», afirmou Maria José Nogueira Pinto numa acção de rua no Parque das Nações.
A candidata democrata-cristã defende a criação de uma freguesia única no Parque das Nações, um espaço actualmente partilhado pelas Câmaras de Lisboa e de Loures e no qual o Governo também interfere através da Parque Expo.

Para Maria José Nogueira Pinto é necessário «extinguir a Parque Expo ou limitar as suas competências» no espaço e iniciar negociações com a autarquia de Loures para definir administrativamente as fronteiras da freguesia.

Num dia de campanha dedicado à zona ribeirinha, que incluiu ainda visitas às Docas e a Belém, a candidata do CDS-PP quis «fazer justiça a vários presidentes da Câmara pela progressiva recuperação» das zonas envolventes do rio e defendeu que é necessário manter o que já está feito, antes de criar mais habitação junto ao Tejo.

A uma semana das eleições autárquicas, Nogueira Pinto afirmou que não vai alterar a estratégia de campanha, até agora discreta e sem as habituais visitas a mercados, considerando que o estilo adoptado é aquele em que mais se revê.

«É uma campanha desenhada muito por mim e, por isso, eu responsabilizo-me pelo resultado«, afirmou.

Nas ruas da Expo, Maria José Nogueira Pinto distribuiu folhetos e apertos de mão e apelou ao voto, afirmando-se como um »valor seguro« para a cidade e garantindo que não vai perder a cor, mesmo com as altas temperaturas da campanha.

«Eu sou como aquelas roupas dos catálogos de senhora que têm um autocolante a dizer valor seguro. Não encolhe, não alarga, não desbota. É isso que eu sou», garantiu.

Diário Digital / Lusa

publicado por Maria José Nogueira Pinto às 20:57
link do post | favorito
Envie um e-mail
pesquisar
 
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
posts recentes

Vereador sobre eventual r...

Prioridade número um é at...

Anacoreta Correia teme co...

350 atletas em Lisboa no ...

Oposição exige que seja o...

Turismo: Lisboa subiu par...

Filmes da Argentina e Mal...

Carmona tenta convencer M...

Oposição vê eleições como...

Carmona partiu para expos...

arquivos

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Maio 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

tags

actividades

agenda

intervenções

notícias lx

opinião

programa eleitoral

propostas

revista de imprensa

sobre mjnp

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds