Quinta-feira, 29 de Março de 2007
Para voltar

(in Público)

Maria José Nogueira Pinto bateu ontem com a porta e formalizou o que já anunciara: abandona o CDS, partido onde milita há uma década. Em coerência e demonstrando não estar agarrada ao poder, deixa o lugar de vereadora.

Ao romper, mostra não só que não se dobra perante processos menos rectos de fazer política, como que tem honra e que não está disposta a ser apontada como alguém que deixou partilhas políticas por resolver.

Ninguém dúvida que os votos de Maria José Nogueira Pinto em Lisboa são seus e não do partido – basta lembrar como nunca cedeu ao populismo e à demagogia.

Também ninguém terá dúvidas sobre como desempenhou com profissionalismo e saber o seu mandato. Basta lembrar a direcção do projecto da Baixa-Chiado ou a forma como tutelou a habitação social.

Tem, aliás, o condão de não deixar ninguém indiferente, quer seja como gestora – a Maternidade Alfredo da Costa e a Misericórdia de Lisboa são dois exemplos –, quer como política – além da câmara, basta lembrar a liderança parlamentar do CDS e a forma como conseguiu minar os argumentos a favor da despenalização do aborto no referendo de 1998.

Agora rompe, quando percebe que no CDS já mais nada a espera. O tom provocador que a política naquele partido adquiriu, a forma como a própria tentativa de ter um projecto político está ali exaurida levam-na a cortar os laços.

No fundo, é a própria dimensão política de Maria José Nogueira Pinto que é maior que o CDS. E ela sabe isso. Por isso sai. Para não correr sequer o risco de ter de, no futuro, calçar o sapato da liderança daquele pequeno e desorientado partido.

Fica livre. À direita – como disse em entrevista ao PÚBLICO, era de direita antes de ser do CDS. Para voltar à política activa no futuro. Num partido. Numa câmara. Num governo. Fica livre do passado, porque precisamente soube resolver esse passado. Sem esqueletos no armário. À espera da sua nova oportunidade. São José Almeida

publicado por Marlene Marques às 16:23
link do post | favorito
|
Envie um e-mail
pesquisar
 
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
posts recentes

Vereador sobre eventual r...

Prioridade número um é at...

Anacoreta Correia teme co...

350 atletas em Lisboa no ...

Oposição exige que seja o...

Turismo: Lisboa subiu par...

Filmes da Argentina e Mal...

Carmona tenta convencer M...

Oposição vê eleições como...

Carmona partiu para expos...

arquivos

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Maio 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

tags

actividades

agenda

intervenções

notícias lx

opinião

programa eleitoral

propostas

revista de imprensa

sobre mjnp

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds